Notícias

02/09/2021 23:10

Uma batalha em que o espírito surpreendeu a técnica.

Compartilhe:

Uma batalha em que o espírito surpreendeu a técnica.

A partida realizada nesta quinta-feira, dia 2 de setembro de 2021, válida pela sexta rodada do acesso, entre Veranópolis e Passo Fundo, foi tensa e difícil. Na maioria da partida uma lição de um antigo Mestre Samurai permaneceu em meus pensamentos: “Entre a força e a técnica, vence a técnica. Se a força e a técnica forem iguais, vence o Espírito.” Miyamoto Musashi. Notadamente o Veranópolis Esporte Clube era mais técnico que o adversário, no entanto, a equipe do Passo Fundo entrou em campo para jogar o jogo da vida. A equipe do Passo Fundo vive um drama de figurar entre as duas vagas que serão rebaixadas para a Terceirona (uma por chave). Sendo assim, o Espírito combativo entrou em campo e fez frente a equipe Pentacolor. Foi a primeira vez, até aqui, que não vimos a equipe do Veranópolis propondo o jogo, e mesmo sem grandes chances, de nenhum dos lados, o adversário abriu o placar em um erro nosso, na parte defensiva. Talvez o fato da partida ter significados diferentes para cada uma das equipes tenha sido o ingrediente diferente, que nos levou até esse resultado. Logicamente que não é um resultado ruim, mas sabendo o potencial que nossa equipe tem, podemos assegurar que hoje não foi um dia que as coisas funcionaram como deveriam. Todo o time do VEC é muito semelhante tecnicamente, no entanto, hoje vimos alguns erros que não são comuns, indiferentemente da formação que entra em campo. A próxima partida é fora de casa, contra o quarto colocado, o Cruzeiro. Esperamos que nossos guerreiros retomem o mesmo espírito que as cinco primeiras rodadas, pois futebol e estratégias temos de sobra. Isso faz parte do esporte, reconhecer nossos pontos fortes e fracos é importante, mas reconhecer os dos adversários é fundamento básico para vencer as batalhas. Nesse empate em 2 a 2, parabenizamos os nossos adversários de hoje!

 

Juliano Holderbaum/MasterLynK

Voltar ao topo