Notícias

02/03/2020 01:32

Uma vitória de quem sabe aonde quer chegar

Compartilhe:

Uma vitória de quem sabe aonde quer chegar

A busca pelos 3 pontos em casa, na estreia do acesso, não era uma hipótese. A primeira vitória diante de sua torcida era uma missão que foi expressa em forma de entrega dentro de campo pelos atletas Pentacolores. A raça, a vontade de vencer. Uma equipe que saiu da mesma maneira que entrou. Os atletas jogaram a vida em cada lance e acreditaram até o último minuto. Assim, fomos coroados com a vitória nos instantes finais, com muita emoção e que encheu de orgulho a torcida e os dirigentes. O seu adversário entrou em campo com a estratégia de explorar o contra-ataque. No entanto, foi só na segunda etapa que conseguiu algumas arrancadas que a zaga Pentacolor conseguiu neutralizar com Léo Dagostini. Vendo que isso poderia virar um problema, o Treinador Cristian de Souza logo modificou a marcação, conseguindo assim, maior tranquilidade naquele setor. Os ânimos dos atletas começaram a ficar alterados quando a arbitragem começou a travar a partida, mandando a equipe do Veranópolis voltar a cobrança de diversas faltas, laterais e até um tiro de meta. Os nervos foram ficando a flor-da-pele e o ápice foi atingido quando o árbitro da partida empurrou um de nossos atletas.
No gol de Sciola, aos 46 minutos da etapa complementar, o bandeirinha estava bem posicionado, porém não correu para o meio de campo, sendo necessário a confirmação do quarto árbitro. Pelo que se estima, o Veranópolis Esporte Clube teve aproximadamente 80% da pose de bola, e o melhor, com efetividade, lançando-se a frente e conseguindo concluir ao gol. Outro ponto positivo foram as substituições, todos os atletas que entraram corresponderam e se entregaram da mesma forma que a equipe que iniciou jogando. Todos sabem que temos muito a evoluir, mas como é bom iniciar com 3 pontos.

 

Juliano Holderbaum/MasterLynK

Voltar ao topo