Notícias

08/03/2018 09:21

Vitória e muita emoção

Compartilhe:

Vitória e muita emoção

Coroando o trabalho de todos os envolvidos, a vitória além de assegurar a equipe na próxima fase, coloca o VEC na quarta colocação, que se confirmada, traz a segunda partida “dos matas” para ser jogada no ADF. Tendo esse objetivo traçado, a colocação ainda depende do resultado de São José e Juventude, partida que acontece às 19:30h de hoje, 8 de março. Caso essa partida acabe com a vitória do Zequinha, o Veranópolis passa para a quinta colocação.
Apenas uma rodada do final da primeira fase, apenas 2 pontos separam o VEC do primeiro colocado, o Internacional, com 18 pontos, ou do 7 colocado, o Avenida, que atualmente está com 14. Isso mostra que cada ponto conquistado pode fazer uma enorme diferença. Como era esperado, a décima primeira rodada foi marcada por muita emoção, o Veranópolis manteve sua invencibilidade e o técnico Sananduva conquistou sua primeira vitória no comando do Pentacolor. A jogada de bola parada que culminou com o gol de Bertotto, aos 25 minutos da primeira etapa, foi trabalhada nos treinos, conforme disse o treinador em entrevista. Entre jogadas e a maneira como a equipe se portou dentro do campo, vimos o Veranópolis Esporte Clube jogando um bom futebol, com caraterísticas de ataque diferenciadas do que tínhamos visto dentro deste campeonato. Chegando até a modificação da escalação, que trouxe Rogerinho como titular, jogador que foi pouco aproveitado até o momento. A primeira etapa finda com o time da casa dominando plenamente a partida.
As fortes emoções estão todas reservadas para a etapa complementar e logo aos 4 minutos, Juba marca seu primeiro gol da temporada colocando uma vantagem de 2 gols para o VEC. Cerca de 10 minutos depois, Eduardinho quase marca o terceiro. Com uma vantagem confortável e um Nóia desesperado, aos 25 minutos do segundo tempo, duas alterações no Pentacolor são realizadas. Eduardinho e Wesley são substituídos por Fabrício e William. As alterações propõem uma estratégia de jogo diferente, reforçam a marcação e tentam explorar uma possível fragilidade defensiva, já que a equipe adversária se lançaria totalmente para o ataque. Nesse momento da partida, o Nóia comanda os ataques e consegue descontar quando eram jogados cerca de 35 minutos da etapa complementar. A partida parece desfavorecer o VEC, que até os 45 minutos consegue apenas 1 contra-ataque com chance de marcar o terceiro. Ao levantar dos acréscimos de 4 minutos, a única expectativa dos pentacolores era o apito final. Então, no momento em que o VEC era mais pressionado, um contra-ataque fulminante termina com a bola na rede, o terceiro gol é marcado por William aos 49 minutos e o Juiz apita encerrando a partida. Muita comoção é vista dentro e fora de campo, o VEC está classificado para a segunda fase!
Parabéns, a toda a equipe! Parabéns, a torcida, que compareceu apoiando em todos os momentos! O último desafio é o clássico da polenta, domingo, 11/03 às 17:00 horas, no Alfredo Jaconi, contra o Juventude.

 

MasterLynK

Voltar ao topo